terça-feira, outubro 24, 2006

Preço do Bilhetes

Segundo noticia de hoje no Record, onde segundo a qual, a Sporting Património e Marketing (SPM) não vai alterar a sua estratégia em relação aos preços dos bilhetes.
Só posso lamentar, tal noticia.
Os preços praticados nos ultimos 2 jogos em Alvalade, na minha opinião, são obscenos para a realidade economica/social portuguesa.
A titulo de exemplo já dei os preços que o Bayern vai praticar no jogo contra o Sporting em Munique, 50 Eur o bilhete de Central, quando em Alvalade esse mesmo tipo de bilhete teve o preço de 60 Eur. Estamos a falar de Munique, que é somente uma das regiões top em termos de poder de compra em toda a Europa.
Neste ultimo jogo contra o Porto, o estadio teve a assistencia de 38 mil pessoas, se o Sporting vendeu 33 mil gamebox´s, representa que só foram vendidos 5 mil bilhetes!!!
Eu tenho Gamebox, por isto estou á vontade para falar. Tenho Gamebox porque é um bom negocio em termos financeiros, porque vou a todos os jogos, e porque não tenho paciencia para filas em bilheteiras. Mas compreendo que para aqueles que não vão a todos os jogos, para aqueles que não são de Lisboa e não têm possibilidade de vir a todos os jogos em Alvalade, não seja vantajoso comprar uma gamebox.
O Sporting não é somente de Lisboa, o Sporting é um clube de todo o Portugal, de todo o Mundo. Os Dirigentes do Sporting não podem nunca esquecer isso, são essas pessoas que defendem o Sporting, lá bem longe, que fazem o Sporting Enorme... são essas pessoas que merecem o respeito de todos, e não obrigar quem já tem de pagar as despesas associadas á deslocação a Lisboa, a pagar um preço obsceno para entrar no Estadio. Deve respeita-se aqueles que são tanto ou mais Sportinguistas que eu, a unica diferença é que eu só preciso de atravessar a rua para chegar a Alvalade, outros precisam de perder um dia para aqui chegar.
Não aceito o argumento financeiro, só aceitava tal, se o Sporting tivesse o Estadio sempre cheio, onde aplicava-se a lei da oferta e procura, mas para quem tem sempre pouco mais de 30 mil pessoas no Estadio Alvalade XXI, estadio que tem capacidade para 52 mil pessoas, só posso lamentar que os dirigentes elogiem a receita extra que fazem de quase 2 milhões de eur em cada jogo. Já não lamentava tal, se o Sporting até fizesse a mesma receita e tivesse o Estadio cheio. As 33 mil gamebox num estadio de 52 mil pessoas, são 63% de ocupação, o que representa que o Sporting ainda pode vender 1/3 do Estadio em bilhetes. Será que não valia mais fazer uns preços mais acessiveis e ter o estadio cheio??? Quem não se lembras das noites europeias no antigo Alvalade, cheio que nem um ovo!!!!
Não sou ingenuo de dizer que a questão financeira não é fundamental, é, é importantissima para o Sporting, mas será que não é possivel aliar a essa receita financeira, um estadio cheio, um autentico inferno para o adversarios?
Não estou a pedir que o Sporting coloque bilhetes mais baratos que o preço por jogo das gamebox. Penso que dá perfeitamente para aliar a venda das gamebox, com preços "normais" para os adeptos que não compraram gamebox e essencialmente garantir aquilo que para mim é fundamental: um Grande Apoio ao nosso clube!!!
Os custos de ter o Estadio com 30 ou 50 mil não são quase os mesmos (uns policias a mais e pouco mais)???
O futebol esta cada vez a tornar-se um espectaculo para doidos, preços altos, jogos a horas tardias... será que ninguem tem coragem de mudar algo, e mostrar mais respeito pelos adeptos?

2 comentários:

Anónimo disse...

uma vergonha o preço do futebol nacional

Lionheart disse...

São estas incompetências no Sporting (que reflectem a falta de sensibilidade desportiva dos seus dirigentes) que cansam até mais não. Eu continuo a dizer que o Sporting é um clube subaproveitado. Dá toda a ideia que eles querem afastar as pessoas do clube, mas esta "estratégia" foi aprovada pelos sócios no último acto eleitoral...

É evidente que é do interesse do clube flexibilizar a venda de bilhetes e diversificar a presença de público no estádio, que só potencia um aumento de presenças e receitas. Para não serem sempre os mesmo 30 mil caramba! Será que não há maneira de obrigar a SAD a mudar de "política"? Será que não se pode fazer o raio de um referendo no Sporting? Aquilo continua amorfo como de costume. Já não se fala no pavilhão nem em abrir novas modalidades. Nada! Não há política de crescimento nenhuma. O que lhes vai valendo é que a equipa de futebol (ainda) não meteu água, mas eu receio que o estado de graça não tardará a terminar...