segunda-feira, outubro 29, 2007

Paulo Bento para "Ferguson" do Sporting

O título deste post é dedicado à frase do nosso Presidente "Girafa" que ambiciona tal loucura no futebol latino. É verdade que nunca nos demos bem com mudanças de treinadores, como é verdade que nunca nos demos bem com quase tudo o que acontece no futebol...relva, botas, luzes etc...Neste momento delicado do futebol do Sporting dou por mim a olhar para o espaço vazio, com uma apatia que me invade e que revela o porquê de apenas 20 a 30 adeptos se terem deslocado ao edificio visconde para demonstrarem o seu desagrado pelo momento actual.
É exactamente sobre esta apatia que quero reflectir. Parece que chegámos ao ponto máximo onde o hábito de ganhar pouco, da falta de ambição, da falta de esforço e principalmente de impunidade, imperam sobre os valores que construiram o verdadeiro Sporting. Se é verdade que temos orçamentos mais baixos, fruto de níveis de gestão virtuosos do passado, que nos inundaram numa crise financeira sem fim..., também é verdade que temos uma das melhores "escolas" da Europa. Isto para dizer que tsl foi o meu espanto quando no inicio da época incluiu-se no plantel 9, repito, 9 jogadores fora da nossa "escola" e inclusivé do nosso país, e se mantiveram outros 2 ou 3 acabados, que seria de prever que o nosso "Ferguson" juntamente com o seu "comandante Freitas" não tinham feito um trabalho correcto e de progresso para o clube.
Percebemos todos que é fácil criticar "Djalós", mas o que devia ser fácil era admitirmos que estamos todos azedos, apáticos e diria mesmo loucos, quando preferimos aceitar que o Sporting vá para o 5º anos sem o título (até aos 10 é um instante) apenas por que a classe dirigente actual conseguiu a proeza de nos adormecer à sombra de factos como os de não perdemos tantas vezes, deixarmos de ser humilhados na casa dos rivais ou dos colossos da Europa e conseguirmos 2ºs lugares.
A dor que me invade aliada à apatia é muito mais dolorosa que aquela que nos levou à tristeza máxima em 2005, porque esta "mata-me" devagar, retira-me o ar e adormece-me com a imagem do "pelo menos não perdemos".
Pode ser O "Ferguson" do Sporting, dizia ele lá do alto, e eu digo...que anedota é esta que mais parece um pesadelo interminável...

1 comentário:

Nuno disse...

Uma série de erros de todos os tipos, poderão justificar este mau arranque, desde más arbitragens, a erros tácticos, passando por uma má organização do plantel na pré-época, em que em muito contribuiu a grande quantidade de reforços, que em todo eram uma autêntica incógnita, à excepção de alguns jogadores, que já eram conhecidos do grande publico.